Turismo

Vancouver: uma excelente opção para imigrar

Pinterest LinkedIn Tumblr

Se você pensa em empreender no Canadá, precisa escolher uma cidade para imigrar. Vancouver é uma das ótimas opções disponíveis e neste post falaremos sobre os pontos principais que você precisa saber sobre esse destino que, além de ser beira-mar e ter muito verde, ainda tem muito a oferecer a empreendedores brasileiros. Quer descobrir tudo? Vem com a gente!

Uma excelente cidade para se viver

O Canadá, de modo geral, já é um país que proporciona uma qualidade de vida muito mais elevada do que a do Brasil. No entanto, Vancouver ainda conta com o título de 2018 de melhor cidade para se viver e a 5ª melhor cidade do mundo de acordo com a Mercer, uma empresa internacional de consultoria.

Isso pode se dar devido a diversos fatores, como baixos níveis de criminalidade, estabilidade, transporte público de qualidade, escolas públicas e universidades muito boas, limpeza e ar puro.

Os diferenciais de Vancouver

Se vamos falar dos diferenciais, não podemos deixar de lado todo o verde e a natureza abundante de Vancouver. A cidade conta com lindas áreas verdes que são ótimas para a prática de atividades físicas e atividades ao ar livre.

E tudo isso é mantido constantemente, pois a cidade se preocupa com o meio ambiente. É a cidade que menos emite CO2 em toda a América do Norte, além de contar com muitos postos de coleta para reciclagem, compostagem, carros híbridos e ciclovias para estimular o uso das bicicletas.

Além disso, Vancouver tem praias incríveis que são muito procuradas nos dias mais quentes. Já nos dias frios, é possível ir até Whistler, que fica a duas horas e meia, para esquiar, praticar snowboard e se divertir muito na neve.

Transporte público em Vancouver

O transporte público de Vancouver conta com os tradicionais ônibus, trens e metrô, além do skytrain (metrô que tem a maior parte do trajeto acima do solo) e seabus (similares a balsas) e, para utilizá-los, é preciso ter o cartão de embarque, o Compass Card. Ele abrange áreas centrais e a região metropolitana e esse todo se divide em zonas que você precisa conhecer para se deslocar na cidade com mais segurança.

Ao todo existem três zonas e, em dias úteis até as 18:30, se você passar de uma zona para outra, terá que pagar valores diferenciados, por isso o Compass Card é importante. Por meio dele, o sistema identifica por quais zonas você passou e cobra o valor certo. 

Já em outros horários, nos finais de semana e feriados, o valor é cobrado por uma zona só. As zonas são divididas da seguinte maneira:

  • Zona 1 – Vancouver;
  • Zona 2 – North Vancouver, Burnaby, West Vancouver,Richmond, New Westminster;
  • Zona 3 –PortMoody, Coquitlam, Langley, Surreye White Rock.

Fonte: Quero viajar mais.

Para comprar o Compass Card, basta ir até as estações de skytrain, do SeaBus e do West Coats Express. O valor das tarifas também varia conforme alguns critérios: adultos usam o cartão azul e pagam valor total e crianças de 5 a 13 anos e idosos acima dos 65 anos pagam cerca de metade e usam o cartão laranja. Você também pode pagar com cartão de crédito, Google Pay, Apple Pay e Samsung Pay.

Cidade multicultural

Vancouver é uma cidade que já tem em sua essência a multiculturalidade e conta com a herança cultural de nativos, imigrantes ingleses, irlandeses, escoceses e chineses. Com isso, você encontra uma população muito aberta aos imigrantes, além de tradições muito variadas, restaurantes com comidas típicas de diversos países e muitos outros benefícios.

Entre os exemplos mais marcantes estão a maior Chinatown do Canadá, o Punjabi Market (indiano) e o Italian Cultural Centre.

Vida noturna

Se você gosta de festejar a noite inteira, a cidade não é para você. As leis sobre consumo de álcool são bem duras e as baladas funcionam apenas até as 2h da madrugada. No entanto, há uma rua bem movimentada, a Granville Street, com vários clubes noturnos, na região de Gastown você encontra diversos bares ecléticos, na Yaletown tem barzinhos mais tranquilos, na Granville Street dá para curtir baladas com ritmos latinos e eletrônicos e na Davie Street há o reduto LGBTQIA+.

Pontos turísticos

Sendo uma cidade com natureza exuberante, os pontos turísticos de Vancouver, em sua maioria, estão muito relacionados à arte, cultura e passeios ao ar livre. Veja:

Stanley Park

São cerca de 400 quilômetros de floresta, vista para a Lions Bridge Gate e praias lindas, o parque é considerado um dos mais lindos do país. Dentro dele você pode andar de bicicleta, fazer piqueniques, praticar esportes e ainda visitar o Vancouver Aquarium.

Canada Place

Construído para abrigar a World Fair de 1986, o edifício fica bem de frente para o mar, perto do porto e abriga o Centro de Convenções de Vancouver e a atração FlyOver Canada. É considerado um dos principais pontos turísticos e uma de suas características mais marcantes é a sua arquitetura, pois ele tem o formato de um navio.

Gastown Steam Clock

O Steam Clock é um relógio que funciona a vapor e foi construído em 1977. Está localizado na esquina da rua Water e Cambie e apita a cada 15 minutos. É um ícone da cidade e você pode aproveitar para visitá-lo e fazer compras nas lojas que o cercam.

Capilano Bridge

É uma das maiores pontes suspensas do mundo e liga os dois lados do Rio Capilano, com 70 metros de altura e 137 metros de extensão. Para se ter uma noção, isso equivale a um prédio de aproximadamente 25 andares. Ela é sustentada por cabos de aço e balança bastante, principalmente quando muitas pessoas atravessam ao mesmo tempo, mas é muito segura. O visual é lindo e a área ao seu redor é um parque muito visitado por turistas.

Grouse Mountain

Essa montanha fica a cerca de 15 minutos do centro de Vancouver, em North Vancouver, e conta com uma paisagem lindíssima. Para subir até seu topo, é só pegar um bondinho e lá em cima é possível encontrar apresentações teatrais, restaurantes, gerador de energia eólica e animais. Os turistas mais aventureiros podem percorrer a Grouse Grind, uma trilha com 2,9 km de subida.

Além destes, ainda podemos citar como pontos turísticos a English Bay Beach, o Lynn Canyon Park, o jardim Dr. Sun Yat-Sen, a Kitsilano Beach, o Queen Elizabeth Park, a Robson Street, o Vancouver Lookout e a Wreck Beach.

Mercado de trabalho

Além de ser excelente para morar, você também encontra oportunidades em diversas áreas para trabalhar em Vancouver. Por ser preocupada com o meio ambiente, o setor de biotecnologia e de energia sustentável tem muitas oportunidades de carreira. Feita de maneira sustentável, a extração de madeira também é muito presente. Por isso, o ramo de extrativismo florestal também é um ótimo caminho. 

Mas nem só de natureza vive a cidade. Muitas produções de cinema estão em Vancouver, portanto, profissionais como maquiadoras, figurinistas, iluminadores e vídeo-cinegrafistas podem se dar bem.

Outras áreas também são muito relevantes, incluindo o setor de entretenimento (mais especificamente de videogames), comércio internacional e o ramo financeiro.

E aí, curtiu Vancouver? Nós podemos te ajudar a imigrar, contamos com uma equipe preparada para tirar suas dúvidas. Entre em contato!

Write A Comment